O que fazer em Genebra em 1 dia

Conheça a história de Genebra e veja quando ir, onde se hospedar, onde comer e o que fazer na cidade mais cosmopolita da Suíça.
Renata Assunção

Apesar de não ser uma cidade grande como Nova Iorque ou Londres, Genebra é tão cosmopolita quanto essas grandes metrópoles e com a vantagem de ser bem menor, o que facilita bastante o deslocamento por seus principais pontos turísticos. Nas caminhadas que fizemos pelas margens do lago Léman, escutamos diversos idiomas diferentes e vimos pessoas de várias nacionalidades, nem todos turistas. Como Genebra é sede de instituições mundialmente relevantes como as Nações Unidas (ONU), Cruz Vermelha e Unicef, muitos estrangeiros se mudam para lá por causa do trabalho. Por conta disso, em sua visita você terá a oportunidade de vivenciar o lado suíço de Genebra: a organização, os relógios e os chocolates e o lado cosmopolita, com culinária do mundo todo e atrações internacionais.

Homem e mulher abraçados dentro de barco perto de bandeira da Suíça
Genebra é tão cosmopolita quanto essas grandes metrópoles e com a vantagem de ser bem menor

SEGURO VIAGEM

Você sabia que o Seguro Viagem é obrigatório para viajar para a Europa? Na hora que você chegar ao país que vai visitar, a imigração pode exigir a comprovação de documento que garanta que você está com cobertura para todos os dias da sua viagem. Nós sempre utilizamos o seguro da Assist Card e fazemos nossa compra pela Seguros Promo, que oferece os melhores preços. Você ainda pode ter um desconto utilizando nosso cupom: CASALGIRAMUNDO5

Quando ir a Genebra 

Nós visitamos a cidade em setembro e gostamos muito. Estava fazendo um friozinho ameno que era convidativo para caminhadas na beira do lago. Entretanto, para quem prefere curtir o inverno, Genebra também pode ser uma ótima opção de hospedagem para fazer bate e volta de montanhas com opções de ski, tal como  Chamonix. Nós sugerimos apenas que se evite o verão, quando os preços são mais altos e a cidade fica bastante cheia. 

Onde se hospedar em Genebra – O que fazer em Genebra

Hotéis 3 estrelas

Ibis Styles Geneve Mont Blanc – Este Ibis fica em uma ótima localização, a apenas 900 metros do Jet D’Eau, um dos cartões postais de Genebra. Os quartos são simples e confortáveis. (Nota: 8,8)

Hotel Suisse – Também é uma opção com ótima localização. Fica em frente à estação de trem de Genebra e a 5 minutos do Lago de Genebra. Os quartos possuem camas de casal e/ou solteiro e internet gratuita. (Nota: 8,6)

Hotéis 4 estrelas

Hotel Rotary Geneva – MGallery – Nós nos hospedamos neste hotel e somos só elogios. Quartos confortáveis e bem decorados, com móveis elegantes e funcionais. O atendimento foi super eficiente e a localização é excelente. Além disso, o café da manhã do hotel é delicioso. Nós gostamos muito e voltaríamos com certeza. (Nota: 8,8)

Fraser Suites Geneva – Serviced Apartments – É um apartamento com quartos com cozinhas compactas e bastante conforto. No prédio, o hóspede pode usufruir de academia de ginástica e lavanderia. A localização é ótima, perto do Centro Histórico de Genebra e a recepção funciona 24h. (Nota: 9,1)

Hotéis 5 estrelas 

Hotel d’Angleterre – Decoração clássica e boa localização são os diferenciais deste hotel que oferece vista panorâmica do lago Léman. Nele fica o restaurante Windows, que nós conhecemos e recomendamos (falaremos dele ao final deste post).

Les Armures – Este hotel já acolheu hóspedes famosos, tais como os presidentes Bill Clinton, Jimmy Carter e John Kennedy. Ele fica em um edifício do século 17, no centro histórico da cidade e oferece quartos confortáveis e com uma bela decoração. 

Um pouco de história de Genebra – O que fazer em Genebra

fachada de prédio em rua em Genebra
Foto: Fernando Cravos

Você sabia que João Calvino, um dos líderes mais importantes da Reforma Protestante, viveu cerca de metade de sua vida em Genebra? Ele foi um dos criadores da Academia que pretendia formar “uma elite esclarecida e apta para a governança civil”. Essa Academia é hoje a Universidade de Genebra. Alguns pensadores defendem, inclusive, que Calvino teria sido um precursor do capitalismo e atribuem a criação da Cruz Vermelha à influência moral do calvinismo. 

Você poderá visitar alguns monumentos importantes que retratam esta época de Calvino e seu legado à cidade: o Muro da Reforma e o Museu Internacional da Reforma. Também em Genebra se encontra a sede da Aliança Reformada Mundial, que representa os cristãos que se reconhecem herdeiros de Calvino. 

Veja > Um roteiro de 2 dias em Munique

Sistema político da Suíça

principal rua de compras dica do que fazer em Genebra
Foto: Fernando Cravos

A Suíça é uma República Federal, ou seja, um estado que é simultaneamente federação e república. A federação é um estado composto por regiões com governo próprio, no caso da Suíça, os chamados “cantões”. A cidade de Berna é a sede das autoridades federais do país. Também é importante destacar que a Suíça possui um sistema de democracia direta, onde a população participa ativamente votando em referendos para a execução de leis, tanto federais quanto estaduais.

O que fazer em Genebra

1 – Bains des Pâquis

pessoas sentadas tomando sol no Bains de Pâquis em Genebra
Bains des Pâquis faz sucesso tanto no verão quanto no inverno.
Píer com pessoas sentadas e caminhando na beira do lago Genebra
Foto: Fernando Cravos

Se você estiver em Genebra no verão, não pode deixar de conhecer a praia dos suíços, o famoso “Bains des Pâquis”. São banhos públicos com toda a infraestrutura de banheiro, restaurante e etc, à beira do lago Léman. Também é possível fazer uma sauna ou agendar uma massagem. No inverno o Bains de Pâquis também é visitado pelos turistas em busca de comer um ótimo fondue com a vista do lago. Além de atrair os estrangeiros, o “Bains des Pâquis” também atrai moradores e é um ponto de encontro popular. ́É preciso pagar para entrar. Veja mais informações no site oficial AQUI. 

2 – Jet D’Eau – O que fazer em Genebra

Foto: Kazaroff CC BY-SA 4.0

Este é o principal cartão postal da cidade. Desde 1891 a fonte é um dos símbolos mais conhecidos de Genebra. Ela tem 140 metros de altura e é considerada uma das maiores fontes do mundo. É possível visualizá-la de todos os cantos da cidade.

3 – Relógio Florido

Relógio das Flores de Genebra
Foto: Renata Assunção

Na esquina do Jardim Anglais, você encontra um outro símbolo importante de Genebra: o relógio Florido. Além de bonito, o relógio marca o horário preciso. Quando estiver por lá, faça o teste. A hora é transmitida via satélite. 

4 – Muro dos reformadores – O que fazer em Genebra

Foto: MHM55 CC BY-SA 4.0

O muro dos reformadores é um monumento construído para homenagear o importante movimento mundial da reforma protestante. O local escolhido foi onde funcionava a Academia de Genebra, hoje reitoria e biblioteca da Universidade de Genebra. No muro, os quatro pioneiros da reforma em Genebra: Guilherme Farel, João Calvino, Teodoro de Beza e João Knox. 

5 – Old Town

Fachada de prédios antigos de Genebra
Foto: Renata Assunção

Passear pela cidade velha é um convite para se transportar ao passado de Genebra. Comece sua caminhada visitando a Catedral de São Pedro, a principal igreja protestante da cidade. A poucos passos dali visite a praça mais antiga de Genebra, a Place du Bourg-de-Four, com seus cafés e bistrôs. 

Você também pode ver um exemplar de arquitetura medieval suíça visitando o Maison Tavel, uma casa que pertenceu a diversas famílias nobres de Genebra e que foi comprada para ser transformada em um museu que apresenta o desenvolvimento urbano da cidade. Logo abaixo da prefeitura, você verá o maior banco de madeira do mundo (120m), que se estende ao longo de toda a Promenade de la Treille. 

Também na cidade velha você pode visitar o Museu Internacional da Reforma Protestante, localizado em um edifício do século 18 na Maison Mallet, ou algumas galerias como a galeria Insolite, de antiguidades, e a Jacques de la Béraudière, que possui pinturas e esculturas dos séculos 19 e 20. 

6 – Carouge – O que fazer em Genebra

Conhecido como Little Italy, o Carouge é uma das regiões mais animadas de Genebra. Ela fica a 10 minutos de trem saindo de Old Town. Cheia de bares, bistrôs e restaurantes, a região possui uma arquitetura bem diferente da de Genebra. Você pode visitar algumas galerias e ateliês de artesãos locais nas ruas Ancienne e St. Joseph. 

7 – Nações Unidas

Casal abraçado dentro de prédio das Nações Unidas em Genebra
Mulher em sala de Nações Unidas em Genebra

O Palácio das Nações abriga a sede das Nações Unidas europeia e é o maior centro da ONU no continente. Você pode fazer uma visita guiada e conhecer as salas onde importantes decisões mundiais são tomadas.

8 – Quartier des Bains – O que fazer em Genebra

Esta é uma ótima dica para os amantes de artes. O Quartier des Bains abriga várias galerias de arte e é considerado um bairro descontraído e moderno, com vários bares e restaurantes e intensa vida noturna.

9 – Passeio pelo lago Léman

Lago Léman e fachada de prédios ao fundo em Genebra
Foto: Fernando Cravos
Lago Léman e fachada de prédios
Foto: Fernando Cravos
Barco navegando pelo Lago Léman
Foto: Fernando Cravos

Ver a cidade de uma outra perspectiva pode ser interessante. Existem vários passeios de barco pela região do Lago Léman, inclusive alguns que navegam para outras cidades, como Lausanne, por exemplo. Nós escolhemos experimentar um cruzeiro com uma hora de duração que passa somente pelas áreas ao redor de Genebra. Você ganha um áudio guia em inglês e francês que conta um pouco da história da região. Além disso, você pode pedir algumas bebidas em um bar dentro do barco, porém elas são pagas à parte. 

Assista ao vídeo feito pelo site “Visit Geneva” que mostra alguns dos principais cartões postais da cidade. 

Onde comer em Genebra – Os restaurantes que nós conhecemos – O que fazer em Genebra

Spaguetti Factory

Homem sentado com taça de vinho na mão em restaurante em Genebra
Ambiente descontraído no restaurante italiano Spaguetti Factory

Este foi um restaurante que encontramos por acaso, passeando pelas ruas da cidade, e gostamos bastante. Apesar do atendimento na varanda ser um pouco atrapalhado, a comida é gostosa. Ambiente simples com espaço ao ar livre. Indicamos para uma refeição rápida. Para mais informações, clique AQUI.

Windows

Salão de restaurante Windows em Genebra com duas taças de vinho
Ambiente aconchegante e bem decorado do restaurante Windows

Este restaurante super elegante fica dentro do hotel D’Angleterre e é indicado pelo Guia Michelin na categoria cozinha de qualidade. Atendimento excepcional, mesas e cadeiras confortáveis, salão bem decorado, vista para o lago Léman e comida maravilhosa. Experimentamos uma salada de quinoa e um foie gras de entrada e pato com pêssego e croquete de queijo como principal. Ótima carta de vinhos. Para mais informações, clique AQUI.

Vieux-Bois – Ecole Hôtelière de Genève

Este restaurante fica ao lado no Palácio das Nações. Fomos almoçar lá porque estávamos esperando para fazer a visita guiada às Nações Unidas. O restaurante é de uma escola de hotelaria e é  indicado pelo Guia Michelin na categoria cozinha de qualidade. O ambiente é super agradável, porém a comida deixou a desejar no dia. De qualquer forma, como não há muitas opções de restaurantes nesta região, deixamos a dica aqui. Para mais informações, clique AQUI.

Veja alguns posts que também podem te interessar:

Paris: roteiro completo

O que fazer em Bordeaux

Como fazer a rota romântica da Alemanha